A importância de mastigar corretamente os alimentos

É comum encontrar em meu consultório pessoas que desejam ou precisam perder peso. Suas dúvidas giram em torno de uma qualidade na alimentação, sobre os tipos de alimentos que podem ou não ser consumidos, qual é a quantidade de gordura que podemos ingerir e outras questões do gênero. Apesar de tantas dúvidas, poucas são as pessoas que se atentam a perguntar sobre a correta mastigação de alimentos. É importante lembrar que a mastigação é o primeiro passo para uma boa digestão.

Problemas digestivos comuns:

a) Azia

b) Má Digestão

c) Sonolência após a refeição

Esses 3 problemas podem ser originados por uma mastigação deficiente, se não cuidado pode evoluir para um problema maior como a gastrite. Quando não mastigamos de forma correta os alimentos o estômago precisará de um esforço maior para triturar os alimentos que foram mal mastigados e rapidamente engolidos em pedaços maiores.

Mastigação como importante aliada para o processo digestivo

Ao triturar alimentos em pedaços menores sua digestão se torna um processo mais rápido e saudável. Por isso, é também muito importante ter cuidados especiais com os dentes, pois dentes com problemas podem causar uma mastigação incorreta, ocasionando outros problemas à saúde.

Um erro comum cometido sem que as pessoas percebam é mastigar usando apenas um lado da boca ou mastigar somente abrindo e fechando a boca, sem fazer movimentos horizontais.

Mastigação auxilia no processo de saciedade

É isso mesmo, quanto mais se mastiga um alimento, maior e mais rápida é a sensação de saciedade. Ou seja, com uma quantidade menor de alimento a pessoa se sente mais satisfeita, o que ajuda no controle da quantidade de comida consumida. Sem contar que mastigando os alimentos calmamente os sabores ficam mais intensos e você degusta melhor as refeições.

Comer rápido pode engordar?

É comum em cidades grandes, como São Paulo onde as pessoas vivem correndo devido seus compromissos e o trânsito caótico, vermos e ouvirmos pessoas reclamando sobre pular refeições ou mesmo ter que comer lanches rápidos. O que a maioria não percebe é que com a pressa não mastigamos de forma correta o alimento. Sendo assim, o hábito constante de ingerir rapidamente uma refeição, além daquele peso no estômago, pode sim levar o indivíduo a engordar. Não pela quantidade maior de alimento, mas sim pela rapidez na ingestão do mesmo.

Isso acontece porque para que o nosso cérebro entenda que estamos satisfeitos é preciso mastigar uma refeição por cerca de 20 minutos, tempo suficiente para a produção do hormônio da saciedade chamado “Pyy”. Se nossa refeição for em tempo inferior aos 20 minutos, nosso cérebro entenderá que ainda estamos com fome, podendo nos levar aos ataques de compulsão alimentar pouco tempo depois.

É comprovado que pessoas que comem em ambientes tranquilos, mastigando com calma, conseguem comer porções bem menores e sentem-se bem mais saciadas, do que aquelas que comem de forma rápida e em ambientes agitados demais. O que nos mostra que mastigar rapidamente é muito prejudicial na luta contra o aumento de peso.   Além de evitar o ganho de peso, mastigar da forma correta, ou seja, por repetidas vezes e de forma tranquila, nos ajuda a ter uma vida mais saudável. Em contrapartida, quem come rapidamente, engolindo pedaços graúdos, além de não saborear o alimento, ingeri uma quantidade muito maior do que seu organismo necessita, levando o indivíduo a engordar e acarretando possíveis doenças no futuro.

10 Dicas para uma mastigação saudável:

1. Se possível, faça várias pequenas refeições no decorrer do dia, de 03 em 03 horas;

2. Separe tempo para realizar suas refeições, ela faz parte da sua rotina diária e deve ser levada a serio, como um compromisso com você mesmo;

3. Sente-se à mesa, coma em um local tranquilo e silencioso, de preferência sem TV ligada;

4. Selecione bem a qualidade do que irá ingerir. A apresentação do prato também é importante para que você aprecie o que irá comer. Opte por alimentos que fazem bem à saúde, com menor teor possível de sal, açúcar e gordura saturada;

5. Coloque pouca quantidade de alimento na boca;

6. Pratique a fiscalização de sua mastigação enquanto realiza suas refeições;

7. Aprecie o sabor do alimento, sinta o gosto e a textura;

8. Mastigue o alimento usando os dois lados da boca para evitar dores e outros problemas, como o desalinhamento dos dentes. Faça movimentos horizontais, a mastigação precisa ser intensa, porém, feita com calma. Mastigue cada pequena porção pelo menos de 10 a 15 vezes antes de engolir;

9. Repouse os talheres enquanto mastiga. Isso evita que você prepare a próxima porção no garfo enquanto ainda estiver com a boca cheia. Além de feio, faz mal à saúde;

10. Evite líquidos enquanto come.

Fonte: http://www.diabetesevoce.com.br/blog/a-importancia-de-mastigar-corretamente-os-alimentos/

Essa semana nossos alunos fizeram uma experiência sobre o assunto, foi sensacional!